sábado, 31 de janeiro de 2009

SÓ EU VEJO


Olá blogueteiros, depois de muito pensar coisas interessantes aqui dentro da minha cabeça, notei que não penso nunca nada que preste... então vou escrever mais asneiras mesmo.
As vezes me pego pensando porque certas coisas só eu vejo?

-Baba no canto da boca- Patcha coisa nojenta! a pessoa não para de falar, se empolga e aquela gosma vai se acumulando, e você limpa a sua boca pra ver se a pessoa se toca e limpa a dela. Um dia numa situação dessas tive a brilhante idéia de trazer água sem que a pessoa pedisse... o que era cola tenaz virou um teleférico.

-Vestido na meia-calça- Festa de casamento a moçoila não pegou o buquê, vai retocar a maquiagem, aproveita pra fazer "el tchitchi" e volta com a ponta do vestido enfiado dentro da meia calça. Depois de muito pensar procuro uma dama que eu conheça e peço gentilmente que avise a coitada... sou chamado de tarado.

-Tango no Vagão- Passageiro em pé no Metrô que acelerou, brecou e voltou a acelerar, esse coitado não estava se segurando, imagine a dançada que ele deu! Porém só o infeliz aqui viu e é claro que paguei o mico no lugar do cara, pois tive um ataque de risos daquele de sair lagrimas... e todo mundo tipo pensando: Pirou!!! Como explicar?

-Na teia do nariz- O corpo humano produz nojeiras que só, o vice campeão é o nariz (não estou a vontade de falar do campeão) ai o individuo fica com aquela casquinha bem no meio de um dos orificios do nariz, como um inseto na teia. Ele vai evoluindo nas ações e aquela coisa fica tremilicando como que dizendo: Me salvem! Me salvem estou presa!

Ééé tchau!!!

Um comentário:

Carolina disse...

Realmente Moa, só vc mesmo para observar uma coisa dessa... Mas tenho que admitir que no quisito imaginação vc é nota 10. Beijos e nunca deixe de escrever essas besteiras que tanto adoramos ler.